03 julho 2012

Marcha das Vadias: O novo pretinho básico


Vaadia_large
Imagem/fonte: blog Casal sem Vergonha

A marcha das vadias é um movimento que nasceu da indignação das mulheres por terem seu corpo visto como objeto. Foi iniciada em Toronto, no Canadá, em resposta à um policial que dizia que o estupro ocorre devido às roupas (sensuais/curtas) que as mulheres usam. 
Desde a sua 'estreia', a marcha vem juntando cada vez mais mulheres (vulgo: vadias) prontas para lutar pelos seus direitos, por todo o mundo.

Sou a peruca azul atrás da mulher com o carrinho de bebê!

No Brasil, a Marcha das Vadias vem ganhando cada vez mais espaço e "já ocorreu nas cidades de São Paulo,Vitória, Recife, Fortaleza, Salvador, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Pelotas, Florianópolis, Porto Alegre, Santa Maria, Londrina, entre outras" - Wikipédia. A Wikipédia não cita, mas o movimento aconteceu aqui em Goiânia também (e eu participei).

Minha irmã (de batom vermelho); minha mãe virada para trás e eu (de colete xadrez e óculos aviador, ao lado) lutando pelos nossos direitos na marcha que aconteceu aqui em Goiânia em 14 de julho de 2011.


  Somos chamadas de piranhas, de vagabundas, de putas, mas somos apenas mulheres. Mulheres que lutam por seus direitos, mulheres que cansaram de ser submissas ao homem. Que querem ter nada mais, nada menos que direitos iguais, por que não?
  Marchamos a cidade toda, o estado todo, o país todo, marchamos pelo mundo em busca de extinguir uma espécie. Nada que o IBAMA condene (ainda bem); estamos apenas marchando para extinguir o machismo, essa sociedade com o pensamento atrasado, com esse receio de ter uma mulher independente ao lado, que julga uma mulher pelo tamanho de sua roupa, que nos repreende por não seguirmos aquele 'molde' estipulado pelos homens... 
  É como Ricardo Coiro (da foto inicial) afirma: "As vadias marcham totalmente à flor da pele, estão seminuas e nem por isso murcham. Elas vestem minúsculos pedaços de pano e logo percebo: essas vadias com certeza têm um plano e estão cobertas apenas com o véu da razão, estando elas nuas, ou não." 
  O tempo do machismo e da desvalorização da mulher acabou (ou está prestes a acabar). As mulheres não são mais as mesmas... Para falar a verdade, no fundo são sim! Podem não ser as mesmas mulheres, mas de algum modo, aquelas que antigamente achavam ser menos que seus maridos, pais, amigos e até irmãos, deixaram uma herança para sua filha ou sua neta que -com certeza- estão aqui hoje, lutando pela sua dignidade, pelo seu espaço na sociedade.
  Se você está aqui, lendo um blog de moda, é por que gosta de tendências... E quer saber qual é a última tendência, o pretinho básico de agora e para sempre? É a liberdade. Liberdade de expressão, liberdade de poder usar a roupa que quiser, o comprimento da roupa que quiser, liberdade de ser mulher!
  Vamos todas entrar na moda, todas vestindo o novo pretinho básico, todas sendo vadias, todas lutando pela liberdade, lutando pelo direito de ser mulher!

 

560072_10150907204224780_462563047_n_large   
582375_10150907199819780_844952912_n_large
 
Bom, é isso gente! Espero que eu tenha conseguido passar essa mensagem para vocês: de que tamanho de roupa não define caráter de ninguém; que mulher de verdade é mulher livre e que devemos, sim, lutar!


Se você ficar sabendo que vai ter a marcha na sua cidade, vá! É importante para você, é importante para o país, é importante para todos!
Aqui em Goiânia vai ter agora, dia 07, às 10 horas da manhã (com início na Praça Universitária)- página da marcha no facebook.. Nas outras cidades eu não sei, mas fique por dentro pelas páginas da marcha de Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro, Curitiba, Cuiabá, Porto Alegre, Alagoas, Aracaju, Recife, João Pessoa, Belém, São José dos Campos, Manaus no facebook (se eu não citei a sua cidade, você pode me pedir nos comentários que eu procurarei).

Beijos de uma vadia amarga!
@isabosta

16 amargas(os) comentaram:

  1. Olá, desculpa dizer! mais eu acho que as mulheres tem que ter seus devidos valores sim, cooisa que nao está acontecendo, mais pelo outro lado é tenso, tem muitas mulheres que ando quase nuas vamos dizer e querem respeito, mais como isso , querem respeito, mais elas mesmas não se dão respeito, '' se vc quer ser respeitada, respeitese primeiro'', desculpas, espero que entenda pois essa é a minha opinião >.<
    Beijos
    http://diariosamigas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que tá "Postadoras", por que se respeitar primeiro? Como assim? Quer dizer que a mulher não pode fazer o que quiser com o corpo sem ser julgada?

      Excluir
    2. Ok, entendo e seu ponto de vista e respeito, mas pensa comigo: por que o homem pode andar aí sem camisa e a mulher não? Um homem sem camisa está indo jogar bola, está com calor, vai fazer churrasco... Já uma mulher sem camisa, não! Uma mulher sem camisa quer ser estuprada, claro!
      Está vendo? Mas são ideais que a sociedade colocou na nossa cabeça desde o nosso nascimento... Meu único objetivo aqui é mostrar que devemos mudar isso, que homem e mulher são a mesma coisa... não importa o que tem entre as pernas!

      Concordo com você, Eliana!

      Beijos!

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  2. e ai isabela? você na marcha de goiânia?
    gostei do cartaz ''culpar a mulher por ser estuprada é tão certo como culpar a floresta por ser desmatada''
    legal voccê falar sobre temas polemmicos aqui no bg, pq n fala da blogueira shame ??
    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero muuuuito ir! Não sei se vai dar, mas vou ver com a minha irmã!

      Aw, você gostou? Vou pesquisar mais a respeito e vejo se da conteúdo para o post, linda! Beijão

      Excluir
  3. não entendi o título do post. por que ''o novo pretinho básico''
    e não gostei muito de vc er postado ''Beijos de vadia amarga!''
    por que se voce não participa da marcha, isso te denigre um pouco não acha??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda, desculpa a pergunta mas... você leu o post? Porque nele explica tudo isso que você está perguntando rsrs

      Aqui (penúltimo parágrafo do texto) "Se você está aqui, lendo um blog de moda, é por que gosta de tendências... E quer saber qual é a última tendência, o pretinho básico de agora e para sempre? É a liberdade. Liberdade de expressão, liberdade de poder usar a roupa que quiser, o comprimento da roupa que quiser, liberdade de ser mulher! " Explica o por que de eu ter falado do pretinho básico.

      E sim, eu participo da marcha, falo isso no segundo parágrafo e inclusive tem foto minha na marcha do ano passado... Observe... "A Wikipédia não cita, mas o movimento aconteceu aqui em Goiânia também (e eu participei)." E logo abaixo tem uma foto minha na marcha com a seguinte legenda: "Minha irmã (de batom vermelho); minha mãe virada para trás e eu (de colete xadrez e óculos aviador, ao lado) lutando pelos nossos direitos na marcha que aconteceu aqui em Goiânia em 14 de julho de 2011."

      Bom, acho que agora você entendeu, né? rsrs
      Super beijo :**

      Excluir
  4. Estou totalmente de acordo com você. Não se mede carácter por roupa, e não se define como uma pessoas deve viver, se ela quiser ela tem o direito de fazer. Parabéns, pela post, e por seus pensamentos e atitudes. Temos que fazer o possível e o impossível para derrubar de uma vez por todas esse machismo idiota. (Vou procurar divulgar também, afinal todos tem que fazer suas parte)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, que linda! Muito obrigada pelas palavras de apoio e tudo mais! É isso que eu quero mostrar para vocês! E são mulheres como você que estão lutando pelos direitos. Parabéns pra você pelo ideal que você defende! Continue assim <3

      Excluir
  5. mas a isabela participa na marcha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. desde quando?

      Excluir
    2. Pois é! Eu participo mesmo haha Desde o ano passado! E falei isso no início do post!

      Beijos

      Excluir
  6. acho que a vadia amarga deveria respondeer os comentarios rsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk desculpaaaaaaa! Mas já estão todos respondidos! Beijos

      Excluir

Comente, elogie, mande críticas contrutivas, dicas... Mas tenha bom senso!
Críticas sem pé nem cabeça, xingamentos e futilidade serão apagados.